A Melhor Dieta do Mundo

03Jun10

Eu sempre fui gordinha. Sempre. Enquanto criança, era uma gordinha saudável. Daquelas que as pessoas chegavam perto, apertavam a bochecha e diziam “que coisinha mais gordinha”. Era saudável. Mas, fui crescendo, ganhando anos e ganhando peso. Esse ganho, que deveria parar aos 17, 18 anos, até hoje não parou.

Eu nunca fui daquelas pessoas que ficam obcecadas com peso, com aparência. Sempre me considerei uma pessoa, se não bonita, no mínimo, de aparência agradável. Os quilos a mais, no entanto, sempre foram uma preocupação da minha mãe por causa da minha saúde. Ela já pensava nos possíveis futuros problemas relacionados ao peso antes de o mundo entender a seriedade da obesidade. Então, desde os 14 anos que frequento endocrinologistas e, mais recentemente, nutricionistas.

Depois que engravidei, no entanto, passei a me preocupar menos com peso e mais com a qualidade da minha alimentação. E entendi que isso é o que “dieta” realmente significa. É o que você come. Os nutricionistas não receitam uma dieta de emagrecimento. Receitam uma dieta de alimentação balanceada. A sociedade transformou a palavra dieta em um termo pejorativo. Eu aprendi que não é assim.

Durante a gravidez ainda comi porcaria. E muita. Comi chocolate, sorvete, pizza, hambúrger. Mas, cada vez mais sentia vontade de comer uma fruta, um suco, algo nutritivo. Depois que tive Noah, essa vontade apenas aumentou. Me vejo constantemente trocando um sorvete por um suco ou um iogurte de frutas, comprando mamão na feira. Mais coisas gostosas e saudáveis do que porcaria que satisfaz momentaneamente mas engorda pra sempre.

Embora esteja extremamente orgulhosa de mim mesma, ainda me pego pensando em como é difícil mudar a alimentação. Por mais que esteja mudando meus hábitos, não consigo me livrar totalmente do leite entupido de Nescau Light (que é a maior ilusão, por sinal), do sorvete de chocolate, do danone (não confundir com iogurte de frutas), da preguiça. Entendo porque é difícil perder peso e entendo como isso gera uma problema para muitas pessoas.

Daqui para a próxima semana começarei a fazer exercício físico novamente. Desta vez tenho mais força de vontade do que nunca. Correr, pular corda, treinar, comer bem, maneirar nas porcarias, perder peso, melhorar o corpo, ficar mais saudável. That’s the plan. E, no entanto, já sinto que será uma longa estrada e que não será perfeito e que, provavelmente, ainda vou me decepcionar várias vezes comigo mesma. Força às gordinhas!

Por isso eu digo: a melhor fase da gente é a de bebê. A gente torce que ele esteja crescendo bem e cada vez que engorda, vibramos. Cada grama a mais é uma vitória e uma felicidade e motivo de fofoca com a família e os amigos. A melhor dieta do mundo, ladies and gentleman, é o leite materno. Ainda mais receitada pelo médico.



One Response to “A Melhor Dieta do Mundo”

  1. 1 Grazi

    Muito bom seu blog Lala, Parabéns e boa sorte na sua reeducação alimentar e no exercicios, só vai fazer bem para você. No inicio, fazer exercício é chato mas depois vc começa a gostar e logo vai sentir falta quando não fizer. Eu não fazia e agora adoro.

    Beijos
    E agora aparece por aqui em São Paulo com a familia.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: