O post que teria sido popular em 2007 – iPod Classic

01Sep09

post2

Eu não sou hipócrita. Longe disso. Na época em que houve o BOOM do iPod eu realmente achava que era tudo uma grande besteira. Um aparelho que pode armazenar milhares de músicas em MP3??? Pra quê? Pra quê eu quero 15.000 músicas num aparelho que não vem sequer com carregar de parede? É o fresqué!?!?!

As vezes eu acho que tem duas personalidades brigando dentro de mim: uma comunista e outra capitalista. Uma que acha que não se deve gastar dinheiro com essas porcarias e outra que quer ter todas as porcarias que forem lançadas. Uma que acha um absurdo uma loja como a Arezzo cobrar R$ 250,00 num sapato e R$ 600,00 numa bolsa e a outra que fica babando em frente à loja sempre que sai uma nova coleção. Pois é. Eu sou assim.

Mas, JURO que segurei bastante a onda do “iPod é coisa de playboy”. Daí, um belo dia, meu amigo e chefe, Leonardo, compra um e me diz que “foi a melhor compra que fiz em toda a minha vida”. Durante o ano seguinte eu o via andando pra lá e pra cá segurando aquela coisa meio disforme, que mais parecia um mini Gameboy do que algo que tocava música e não entendia todo o alvoroço.

Bem. Cansei das merdas dos CDs que viviam no meu carro. Eu gravava um e uma semana depois ou estava arranhado ou quebrado ou perdido. Enfiei o rabo pelas pernas e decidi comprar um iPod Classic Geração 6 (praticamente igual ao Geração 7, que tem umas frescurinhas descartáveis).

Quando o recebi, a troco de meros R$ 1.500,00, fiquei olhando confusa para aquela coisa prateada estática. Apertei todos os botões, como matuto do interior que nunca viu um telefone, e nada acontecia. Do jeito que sou abestalhada tive certeza absoluta que jamais aprenderia a mexer naquela coisinha sem graça. Bem, durante a semana seguinte li todos os manuais que encontrei, carreguei o bendito iPod, enchi com todas as músicas que tinha no computador e…

“Near, far, wherever you are… I believe that the heart will go onnnnn.” Musiquinhas gays começaram a tocar no ar ao meu redor. Foi amor à primeira escutada. Desde então, tenho zelado por ele como se fosse um filho. Cada vez que coloco um álbum novo fico triste, pois dos 80Gb disponíveis, já comi quase 50Gb e fico pensando como será quando não couber mais nada nele.

Então. Contei a minha love story com o meu iPod Classic e decidi fazer uma listinha Top Ten igual a David Letterman (por sinal, muito fraco a seção do Letterman no Wikipedia Brasil). Lá vai!

Top Ten Razões Para Comprar Um iPod Classic Geração 6

10. Vão achar que você tem grana, mesmo que tenha dividido em 12 vezes sem juros ou que tenha comprado a um bandido na rua dos eletrônicos do Alecrim.

9. Se você nunca foi assaltado na vida, essa será uma boa oportunidade. Enquanto você aguarda na parada de ônibus ao meio-dia com aqueles fones branquinhos facinhos de identificar e fica deslizando o dedo pelo círculo procurando o forró mais recente, o carinha atrás já está prestando atenção e pronto para atacar.

8. Embora seja extremamente útil, a carcaça dele deixa a desejar. O meu resistiu a várias quedas (inclusive duas na esteira da academia, enquanto eu estava correndo), na última ele caiu no chão logo de quina e rachou a tela LCD e agora tem duas linhas filhas da puta horrorosas manchando o bichinho.

7. Ele vem com três joguinhos. Um é fuderoso. Ele pega todas as informações das suas músicas (por isso é bom sempre colocar tudo organizadinho, com todos os dados das músicas, álbuns e artistas) e transforma tudo em um jogo tipo Jeopardy muito interessante. Aprendi muito sobre minhas músicas com ele. Os outros dois jogos são chatos!

6. Com ele você terá espaço para armazenar as músicas que você gosta, as que você não gosta, as que seus amigos gostam, as que estão na moda, as que ultrapassaram a moda, as que você ainda não escutou, as que ainda não foram criadas.

5. Todo mundo pede para olhar! (mas isso só vai durar mais um ano ou dois, já já todos terão um)

4. A bateria dele é EXTREMAMENTE longa. Eu passo duas ou mais semanas com uma só carga. E olha que escuto todos os dias. Ao contrário do iPhone, que eu carrego todo dia.

3. Além de tocar música, ele armazena milhares de fotos e vídeos e ainda serve como um pen drive ou até HD.

2. Tendo cuidado e preservando bem o bichinho, ele dura bastante. O meu já tem seus 3 anos e fora as duas linhas filhas da puta, está em ótimas condições. Vale a pena. È um bem durável.

1. Quer razão melhor para comprar um iPod Classic do que: música 24 horas por dia? Não tem!

E, antes de ir durmir…

Top Two Razões Para NÃO Comprar o iPod Classic Geração 6

2. Ele não existe mais.

1. Depois dele, já lançaram o iPod Classic Geração 7, iPod mini, iPod Shuffle, iPod Nano e iPod Touch. =/

Este post teria sido muito popular em 2007. =)



No Responses Yet to “O post que teria sido popular em 2007 – iPod Classic”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: