Eu pratico o Larissismo

29Sep10

Sabe quando você está no meio de uma conversa com uma pessoa interessante e, depois de esgotado todos os assuntos, a pessoa faz a seguinte pergunta: “Qual a sua religião?”.

Você, acreditando estar conversando com uma pessoa esclarecida, inocentemente responde: “Não tenho religião”. Ou “sou atéia“, ou “sou agnóstica“, ou…

Ante a sua resposta inesperada a pessoa derruba o copo de susto e pergunta, com tom incrédulo: “VOCÊ NÃO TEM RELIGIÃO?”.

Acontece muito. As pessoas precisam de uma religião, precisam acreditar em algo, seguir alguma doutrina. Mas, elas também precisam que você faça o mesmo. Uma vez, em conversa com um amigo americano, doutor em filosofia, ele tentou me convencer disso – de que todo mundo precisa acreditar em algo. Eu disse que acreditava na humanidade. Ele respondeu que não era suficiente. E o que é?

Bem, como sei que hoje em dia religião é uma coisa fácil de se criar – toda esquina tem alguma igreja com nome esquisito, que atrai dezenas de bestas fiéis todos os dias, resolvi criar a minha própria: o Larissismo. Se é para acreditar em algo, seguir alguma coisa, pelo menos que seja algo no qual confie. E, como toda religião precisa dos famosos 10 mandamentos, segue abaixo os que proponho.

1. Não mate, não cometa suicídio, não preste auxílio em um assassinato e não concorde com nenhuma execução. A vida é um direito de todos, inclusive dos criminosos, dos deprimidos, dos suicidas, dos tristes, dos assassinos e dos estupradores. Pena de morte nada mais é do que um assassinato autorizado pela sociedade, mas assassinato mesmo assim.

2. Exerça a sua liberdade, mas não comprometa a liberdade dos outros; não seja egoísta. Somos seres humanos, temos livre-arbítrio e nada, nem ninguém pode tirar a nossa liberdade. Aqui, incluo: liberdade de expressão, de religião, de cultura, de pensamento, de idéias, de vida. Mas, sempre respeite o estilo de vida e as escolhas dos outros, pois a sua liberdade termina onde a deles começa.

3. Não minta, não finja, não traia, não engane pessoas inocentes e jamais confie em sua mentira. O livre-arbítrio nos da espaço para tudo, inclusive para sermos desonestos. Não comprometa a confiança que os outros tem em você, seja sincero com todos e respeite a pessoa com quem se comprometeu, não importa a situação. Lembre-se que uma das coisas mais importantes em um relacionamento, não importa o tipo, é o respeito mútuo. Seja conhecido e lembrado sempre como uma pessoa íntegra.

4. Não julgue, não tenha preconceito, não seja cabeça-dura, não seja intransigente. O mundo é feito de diferenças, de peculiaridades, de miscigenação. Somos hoje o resultado de milênios de evolução, então não é aceitável que ainda tenhamos tanto preconceito com pessoas que se vestem diferente, que tem preferências sexuais diferentes, que comem alimentos diferentes, que trabalham de forma diferente. Com todas essas diferenças, continuamos todos iguais perante a Natureza e a Morte, a quem nada escapa. Portanto, devemos respeitar as escolhas dos outros, não importa quais sejam.

5. Não desista e não se martirize perante o fracasso. Vivemos em um mundo que, desde cedo, nos ensina que precisamos vencer, vencer, vencer. Quando o sucesso não vier na primeira, segunda, terceira ou milésima vez, não desista. Seja no que for – carreira, estudos, amizades ou amor – o que possibilita o sucesso é a perseverância. E, em caso de fracasso, não se deixe abalar; lembre-se que para tudo tem um jeito e que o desespero ajuda a mascarar possíveis solouções.

6. Respeite, ame e ajude os animais. Não temos direito sobre nenhuma vida que não seja a nossa e a do nosso filho (até que ele possa cuidar de si mesmo). Isso inclue a vida dos animais. Eles tem, assim como nós, o direito à vida e merecem o nosso respeito e a nossa ajuda. Enquanto o ser humano pode ser classificado como bom ou mau e pode escolher como agir, o animal age por instinto, o que o torna mais confiável do que o ser humano.

7. Evolua, cresça, aprenda, se supere. O maior pecado de todo os tempos é tornar-se indiferente. Se você não cresce, a humanidade não evolui. Aqueles que não estudam, que não procuram se especializar, que não procuram melhorias em suas vidas, acabam caindo na rotina e nunca saem do canto. O sucesso e a felicidade dependem do aprendizado contínuo e de uma interminável busca pela perfeição.

8. Tenha fé. Se quiser, siga uma religião ou o “modo de vida” que achar correto. De qualquer forma, sempre respeite as escolhas do outros, mesmo que não concorde. Mas, acima de tudo, não importa quem você seja e no que acredite, tenha fé. nas pessoas, na humanidade, na sociedade, no governo, nos animais. O mundo precisa de fé, sem discriminação de tipo e origem. (Clique aqui para ler o texto “Tenha fé” deste blog)

9. Seja uma boa pessoa. Faça sempre o bem. Sem egoísmo, ou até com egoísmo, não importa. O que importa é ajudar o próximo, ajudar a quem precisa, desejar coisas boas, mesmo que só em pensamento. Uma pessoa de coração bom faz milagres sem saber e faltam bons corações no mundo. Ajude a carregar a feira do vizinho, troque o pneu da senhora, nunca ofereça conselhos, sempre ofereça carinho, dê sem pedir nada em troca e faça com que outras pessoas ajam da mesma forma. Crie uma corrente do bem.

10. Ame. Sem amor não somos nada. Ame sem vergonha, sem pudor, sem preconceitos. Ame sem motivo ou tenha mil motivos na manga. Ame sem esperar que o amor seja recíproco, regozije-se se realmente o for. Ame a todos que merecerem seu amor, ame aqueles que não o merecem também. Ame todo dia, de manhã cedo, depois do almoço, na hora da novela, tarde da noite e madrugada adentro. Ame sempre. Ame a si mesmo.

Ninguém é perfeito e não existe um “manual de vida”. Sempre cometeremos erros, sempre fracassaremos, sempre teremos um pouco de ódio e contaremos mentiras bestas. O ser humano não foi criado para a perfeição, e sim para o aperfeiçoamento eterno. O importante é que você se sinta confortável consigo mesmo e tenha sempre um pouco mais de felicidade do que tristeza em sua vida. É isso que prega o Larissismo. Aliás, é isso o que desejo a todos.

Vamos alavancar esta nova religião! Tweet a sua idéia de mandamento com a hashtag #eupraticolarissismo.

Amém.



5 Responses to “Eu pratico o Larissismo”

  1. acho que eu vou me tornar um “larista” também…

  2. 2 André Lamartine

    tirando os Pardais do 6º mandamento to dentro tb Lala hehehehehe

    bjo

  3. 4 Janayna

    Concordo com vc em quase todos os mandamentos, sou espírita e acredito que temos o direito de escolher o que queremos seguir, sem preconceitos. Só discordo- e acho que vc entra em contradição- quando chama fiéis de bestas. Cada um acredita no que quer, lembra? E a liberdade de religião, que vc fala no 2º mandamento? E o “não-julgue, não tenha preconceito…” do 4º mandamento? Então… de onde vem o preconceito mesmo? De dentro de nós, ou da pessoa que fica perplexa ao saber que vc é Espírita ou agnóstica? [palavra bonita, acho até que é chique ser ateu, dá um certo ar de superioridade a quem o é...rsrs, geralmente são pessoas esclarecidas, de mente aberta...] Enfim, não precisamos de religião, mas precisamos de amor, sempre, para amarmos nossos semelhantes e suas diferenças. Beijão. Parabéns pelo blog!

    • 5 Lala

      Você tem razão. Entrei um pouco em contradição. Mas, tem uma razão. Eu sou a favor de que a pessoa siga a religião que quiser, mas sou contra garimpeiros de ouro que montam igrejas em toda esquina só para ganhar dinheiro. Os “bestas” a quem me referi são as pessoas que se deixam impressionar facilmente, que não questionam nem tem pensamento crítico. O que também não é errado, afinal todos somos diferentes. Mas, isso não quer dizer que não podemos ter opinião. O que acho errado é aceitar sem questionar. Não questionar por que o padre tem um carrão, ou por que usa óculos de grife. E as pessoas vão lá porque se impressionam com isso, mas não acham estranho…

      Bemmmm… Acabei me enrolando, mas tudo bem! kkk


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 366 other followers

%d bloggers like this: